Egito

Situado entre o nordeste da África e o sudoeste da Ásia, o Egito ou República Árabe do Egito, é um dos países mais conhecidos na África e no mundo, tendo uma grande história e sendo considerado o berço da civilização, tendo o Egito Antigo visto os primeiros lapsos de desenvolvimento da agricultura, escrita, urbanização, entre outros. É muito conhecido por seus grandes e icônicos monumentos, como as Pirâmides de Gizé e a Grande Esfinge, Vale dos Reis, contando com diversas atrações culturais e históricas.

Bandeira do País - Fonte: Wikipédia

O país conta com mais de 95 milhões de habitantes, sendo o terceiro país mais populoso da África, ficando atrás apenas da Nigéria e Etiópia, com o primeiro e segundo lugar respectivamente), a religião oficial é o Islão e o árabe a língua oficial, a maior parte da população reside nas margens do Rio Nilo, local que estabelece a única parte do país propícia ao cultivo agrícola. O deserto do Saara ocupa uma boa parte do território Egípcio, sendo elas escassamente habitadas, com a outra metade dos habitantes vivendo em grandes áreas urbanas como Alexandria, Cairo e diversas outras cidades ao redor do Nilo.

Em sua parte econômica, é considerada uma das maiores e mais diversificadas do Oriente Médio, tem como principal atividade a extração de petróleo, junto com ferro e fosfato, ocupa o 3º lugar na maior economia do continente africano, ficando atrás apenas da Nigéria (1º posição) e África do Sul (2ª posição), se destacando também com a produção de artigos têxteis e alimentícios, ficando o setor industrial ligado a indústria siderúrgica, cimento e petroquímicos.

O Egito faz parte das seguintes organizações:

  • Organização das Nações Unidas (Sendo um membro fundador);

  • Movimento não alinhado da Liga Árabe;

  • União Africana;

  • Organização para a Cooperação Islâmica.

Economia do país

Com dados recolhidos de 2006 - 2015, a economia do Egito teve grandes movimentações financeiras em seus diversos setores, em 2012 o país tinha um PIB de mais de US$ 500 Bilhões, começando a ter quatro principais pilastras econômicas, sendo elas:

Turismo;

Extração e Exportação do Petróleo;

Impostos e Taxas alfandegárias;

Ajudas de egípcios que trabalham no exterior.

 

Desde 1979, o Egito recebe ajuda internacional dos Estados Unidos, sendo o terceiro maior destinatário do país após a guerra no Iraque. O país tem um bom mercado de energia baseado em energia hidrelétrica, gás natural, carvão e petróleo, com grandes depósitos de carvão sem extraídos no nordeste do Sinai, com o petróleo e o gás sendo produzidos nas regiões desérticas ocidentais, no Delta do Nilo e no Golfo de Suez.

Após um período de estagnação econômica, o Egito começou a melhorar, mesmo que aos poucos, parte disso devido a adoção de políticas econômicas mais liberais pelo governo, junto com o aumento das receitas vindas do turismo, neste meio tempo, o FMI (Fundo Monetário Internacional) classificou a Republica como uma das principais do mundo em realização de reformas econômicas. Mesmo com toda essas ações realizadas em prol da melhora econômica, um dos maiores obstáculos é o fluxo limitado de riqueza para a população média do Egito, com muitos habitantes reclamando dos altos preços de bens considerados básicos, com um padrão de vida e de compra praticamente alto e estagnado, um outro fator que contribui bastante para essa situação: a corrupção dos políticos.

O país ainda conta com grandes multinacionais, sendo as maiores a Orascom Group e Raya Contact Center. Um meio bastante crescente é a TI (Tecnologia da Informação), que se expandiu gradativamente nos últimos anos, fazendo com que grandes empresas como a Microsoft começassem a se terceirizar no país, com muitos empresários egípcios estimulando este setor, com um forte apoio do governo. Estima-se também que, mais de 2,7 milhões de egípcios contribuam fortemente ao trabalhar no exterior e enviarem um dinheiro para o desenvolvimento de sua família e país (Cerca de 7.8 Bilhões de dólares em 2009).

 

Um fato interessante é que, apenas cerca de 2 a 3% da população pode ser considerada rica, com uma distribuição desigual de renda perante a sociedade egípcia, com pouco menos da metade da população ganhando menos de US$ 2 por dia.

turismo

Sendo muito conhecido por seus grandes mistérios e sua bela arquitetura histórica, o Egito é um dos pontos turísticos mais requisitados por amantes da história e por monumentos antigos, contando com diversas atrações, sendo seus principais destinos: Pirâmides e Esfinge em Gizé, Vale dos Reis, a cidade de Cairo, Templo de Karnak e também com grandes resorts a beira mar.

Fonte: petcivil-UFPR.

  • Gizé: Fica a 20 km a sudoeste do Cairo, tem vários restos do século 26 aC, como templos e monumentos de faraós, incluindo a Grande Esfinge e as Grandes Pirâmides de Gizé.

  • Saqqara: Fica a 30 km ao sul do Cairo, é um cemitério vasto e antigo que serviu de necrópole para a antiga capital egípcia de Memphis. Possui inúmeras pirâmides, incluindo a pirâmide de degrau mais antiga do mundo, além de vários mastabas.

  • Luxor: Cerca de 500 km ao sul do Cairo, é o local da antiga cidade de Tebas. Inclui as ruínas dos complexos de templos de Karnak e Luxor, que ficam dentro da cidade moderna. No lado oposto do rio Nilo, ficam os monumentos, templos e túmulos na necrópole da Cisjordânia, que incluem o Vale dos Reis e o Vale das Rainhas.

  • Alexandria é um resort de verão principal, devido às suas praias, história antiga e museus, especialmente a Biblioteca Alexandrina, um projeto moderno baseado no reavivamento da antiga Biblioteca de Alexandria.

  • Península do Sinai - O Sinai possui os resorts de praia de Sharm el-Sheikh, Dahab, Nuweiba e Taba, além de locais mencionados na Bíblia, como o Monte Sinai ("Jabal Musa"). O Mosteiro de Santa Catarina pode ser o mais antigo mosteiro cristão que trabalha no mundo.

  • Pirâmides: existem mais de 70 pirâmides ao longo do Nilo, sendo as três pirâmides de Gizé as mais conhecidas.

  • A Esfinge: um guarda com corpo de leão, fica ao lado de pirâmides de Gizé. As pirâmides foram construídas há mais de 4.000 anos nas eras dos reis Quéops, Kefren e Mykerinos. Os corpos desses três reis foram enterrados nas pirâmides. A pirâmide de Quéops é a maior, com 145 metros de altura, e é conhecida como a Grande Pirâmide.

Fonte: Neomam

  • Complexo de Saqqara : A vasta necrópole de Saqqara, incluindo Memphis, está localizada 24 quilômetros ao sul do centro do Cairo . Memphis foi fundada em cerca de 3000 aC por Menes , juntamente com outras 11 pirâmides. Memphis era a capital administrativa do Egito antigo. Saqqara tem funerário complexo, de Zoser Mereruka sepultura 's e o Serapeu, uma grande estrutura habitacional calcário uma colecção de touros Apis mumificados em caixões de granito enormes de vários reis como Teti.

Fontes: https://viagemeturismo.abril.com.br/paises/egito/, Wikipédia US, brasilescola.

IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO

Importação

Na área de importação, o Egito importou a quantia de US$ 64,1 Bilhões em 2017, tornando-se o 44º maior importador do mundo naquele ano, com suas taxas decrescendo cerca de -2,9%, com US$ 74,2 Bilhões de 2012 contra US$ 64,1 Bilhões em 2017, com os seguintes produtos:

  • Trigo;

  • Gás de petróleo;

  • Milho;

  • Automóveis;

  • Óleo de metais betuminosos.

Com as principais origens:

  • Alemanha;

  • China;

  • Estados Unidos;

  • Itália;

  • Rússia.

Exportação

Com dados recolhidos em 2017 (Via OEC), o Egito exportou cerca de US$ 30,1 Bilhões neste ano, se tornando o 62º maior exportador do mundo, com as exportações diminuindo em um -3,6% em comparação a 2012, ficando US$ 37,1 Bilhão de 2012 contra US$ 30,1 Bilhões de 2017, sendo os principais produtos:

  • Petróleo;

  • Ouro;

  • Adubos;

  • Óleo de Petróleo;

  • Produtos de Ferro.

Sendo os principais destinos:

  • Alemanha;

  • Emirados Árabes Unidos;

  • Estados Unidos

  • Itália;

  • Turquia.

Fonte: Oec – Atlas.

Principais portos de Egito

O Egito tem 15 portos comerciais e 29 especializados. Os portos especializados incluem 5 portos turísticos, 12 portos de petróleo, 6 portos de mineração e 6 portos de pesca, os mais importantes são: Porto de Alexandria, Porto de El-Dekheila, Porto de Damietta, Porto Said e Porto Leste de Porto Said, Porto de Arish, Porto de Suez, Porto de Doca de Petróleo, Porto de Adabiya, Porto de Sokhna, Porto de Nuwaiba, Porto de Al-Tour, Porto de Sharm El Sheikh, Porto de Hurghada, Porto de Safaga.

Porto de Alexandria

Fonte: Via Web

Localizado na margem oeste do delta do Nilo, este porto é considerado o principal porto do país e sua cidade é a segunda mais importante, com este porto consistindo em 2 portos separados por uma Península, com a parte leste sendo rasa e não navegável para grandes embarcações, com o Oeste ficando com as grandes remessas comerciais.

Toda a economia da cidade é baseada em seu porto principal, na indústria comercial e na agricultura, com este porto representando dois quintos da produção industrial do país, com a grande área de Mina Al-Basal que, após abrigar a Bolsa de Algodão, passou a abrigar fabricas de arroz, papel, asfalto, cimento, sal e conta com uma refinaria de petróleo.

Este porto tem diversas utilidades como a movimentação geral da carga, cargas unificadas, a granel, entre outras. Tem um terminal para passageiros e também é utilizado para o manuseio de cimento, carvão, fertilizantes, contêineres, entre outros produtos.

Fonte: worldportsource, Wikipédia US.

Porto de El-Dekheila

Fonte: Via Web

Este porto esta situado a 7KM a oeste de Alexandria e serve com extensão para o porto principal, sendo uma extensão natural devido ao aumento do numero e movimentação de contêineres no porto de Alexandria.

Conta também como um grande calado natural substancial de até 20m em locais e lida com mais da metade do total de 600.000 TEUs que passam por Alexandria, muitas vezes é nomeado como porto antigo.

Fontes: globalsecurity.org.

Porto de Damietta

É uma cidade antiga que reside na margem leste da filial de Damietta no Rio Nilo, era bem movimentado quando foi criado, mas em 1819, com a criação do Canal Mahmudiyyah, boa parte do comércio do porto foi desviado para Alexandria. O porto é a capital do governo de Damietta, considero o mais rico do país, nos dias de hoje, o porto teve o canal dragado e suas instalações portuárias aprimoradas, visando aliviar o congestionamento marítimo no porto de Alexandria.

O porto possui 14 berços, totalizando 3,3 quilômetros de comprimento. Quatro berços de 250 metros com uma profundidade de 13,1 metros, quatro beliches de 225 metros e quatro berços de 200 têm uma profundidade de 12 metros e dois berços de 300 metros com uma profundidade de 14,5 metros.

O terminal de contêineres ocupa 60,6 hectares e tem capacidade para 50 mil TEUs por ano. O também conta com 1,9 hectares de armazenamento para carga geral, 26,5 hectares para contêineres e 14,7 hectares para carga refrigerada.

O porto de Damietta possui uma das maiores frotas de pesca do Mediterrâneo, representando metade da frota de pesca do Egito.

Fonte: Worldportsource.

Fonte: Via Web.

Porto de Porto Said e Porto Leste de Porto Said.

Fonte: Via Web.

Sendo o 28º porto marítimo mais movimentado em transporte de contêineres (Dados de 2009), Este porto é o segundo mais movimentado do mundo árabe, ficando atrás apenas de Salalah em Omã. É considerado o porto mais movimentado de contêineres do Egito, contando com 3.470.000 TEUs transportados em 2009, o porto se divide em dois, sendo:

  • Porto de Porto Said;

  • Porto Leste de Porto Said.

O porto é limitado, em direção ao mar, por uma linha imaginária que vai do limite do quebra-mar ocidental até o final do quebra-mar oriental. E da área do Canal de Suez, é delimitada por uma linha imaginária que se estende transversalmente da margem sul do Canal conectada ao Lago Manzala.

 

Fonte: Wikipédia US.

Porto de Al-Arish.

Existem poucas informações sobre o porto de Al-Arish, sabe que ele inclui dois terrenos com 1.100 metros de comprimento e 95 metros de largura a leste de Abi Saql, em El Arish, e o outro terreno contando com uma área de 63 metros de largura e 96 de comprimento, sabe-se que o porto foi entregue as autoridades do exercito em 2014.

Fonte: Via Web

Porto de Suez

Fonte: Via Web

Ficando no extremo sul do Canal de Suez, este porto contém duas entradas, sendo elas: Porto Ibrahim e Porto Tawfiq, cobrindo uma grande parte do deserto oriental do Egito, com essas duas entradas formando a área metropolitana. Este porto e a cidade marcam o terminal sul do Canal de Suez, percorrendo todo o norte-sul através do Egito, do Mar mediterrâneo ao Golfo. Este porto atende grande navios que transportam cargas gerais, petróleo, navios comerciais, privados e turísticos, servindo como uma grande referência para os peregrinos muçulmanos que viajam para a Arábia Saudita.

Com dados recolhidos em 2007, o Porto de Suez movimentou 124 mil toneladas de importações, incluindo 48 mil toneladas de carga geral, 24 mil toneladas de granel seco e 47 mil toneladas de cargas especiais. Também movimentou 413 mil toneladas de exportações, incluindo 362 mil toneladas de carga geral, 34 mil toneladas de granel a seco e 16 mil toneladas de cargas especiais. Durante 2007, 420 navios fizeram escala nesse porto, incluindo 57 navios de passageiros.

Fonte: worldportsource, earthobservatory.

Porto de Doca de Petróleo

Fonte: Via Web

Localizado na cabeça do Golfo de Suez, no extremo sul do Canal de Suez e a 3,3 quilômetros ao sul do centro do Porto de Suez, este porto está bem na entrada sul do canal. Possui uma área de 15,8 hectares de água e 116 hectares de terra, o Porto da Doca de Petróleo tem uma faixa de maré de 1,2 a 2,1 metros. A pilotagem é necessária para todos os navios que entram ou saem do porto da doca de petróleo. Aberto 24 horas por dia, o Porto de Doca de Petróleo tem capacidade para movimentar 4,14 milhões de toneladas de granéis líquidos.

Todos os sete berços de trabalho no porto da doca de petróleo têm uma profundidade de 9 metros. O cais comercial tem 128 metros de comprimento. O antigo cais comercial do Porto de Doca de Petróleo tem 200 metros de comprimento. Seus beliches 1 a 5 têm um comprimento total de 500 metros. Esses ancoradouros de cimento no porto da doca de petróleo são construídos no mar e atendem transportadoras de até 18 mil DWT. Os berços 1 a 5 podem receber qualquer tipo de óleo e estão equipados com oleodutos para a transferência de cargas no porto da doca de petróleo.

O Porto também conta com um painel de 11,5 metros de profundidade fora do porto que atende navios de petróleo e gás natural de até 40 mil DWT. O comprimento máximo do navio permitido é de 169 metros, com um calado máximo de 9 metros.

Fonte: worldportsource.

Porto de El Adabiya

Fonte: Via Web

Pouco se tem informação sobre o porto de El Adabiya, se sabe que esse é um dos maiores portos de Portos de Suez, começando a operar, sua importância se deve ao aumento internacional e egípcio de comércio, se situando na costa oeste da baia de Suez, a 17 km da cidade de Suez, contando com 9 berços com 1840m de comprimento e um calado entre 27 e 42 pés.

Fonte: worldwidecruisecentres.

Porto de Sokhna

Fonte: Via Web

Este porto é o mais próximo do Cairo, sendo ligada por uma extensa e moderna rodovia de seis faixas e grande ligações ferroviárias, a maioria das cargas vindas do leste com destino ao Egito são importadas via Porto de Sokhna, atraindo não só os navios vindos da Europa com carga para o país, mas também contando com o comércio de vazios destinados ao Oriente.

Fonte: dpworldsokhna

Porto de Nuwaiba

Porto de Al-Tour

Assim como alguns portos do Egito, as informações que tem sobre o Porto de Nuwaiba são apenas sobre sua porta, não oferecendo dados sobre sua infraestrutura ou seu histórico.

Assim como alguns portos do Egito, as informações que tem sobre o Porto de Al-Tour são apenas sobre sua porta, não oferecendo dados sobre sua infraestrutura ou seu histórico.

Porto de Sharm El Sheikh

Fonte: Via Web

Antigamente, Sharm El Sheikh era um porto, mas seu transporte comercial foi reduzido como resultado das duras leis ambientais introduzidas na década de 90, com dados recolhidos, em 1982 existia apenas uma porta militar, hoje, o porto se tornou o principal para iates e serviços da cidade, servindo bastante para o turismo.

Fonte: Wikipédia US.

Porto de Hurghada

Fonte: Via Web

Fica a exatas 0,5 milhas do Ponto de Franken, esse porto tem um papel significativo por conta de sua localização distinta e do serviço prestado ao turismo internacional e a grande parte do turismo de iates da área do Mar Vermelho, servindo também para cruzeiros e transportes turísticos com passageiros oriundos da Arábia Saudita e do Golfo de Suez para o porto de Sharm El Sheikh.

 

O porto conta com dois caís com uma boia ao sul, sendo caís norte de madeira e com uma cabeça em forma de T, e o sul contando com 150m de comprimento e 12m de profundidade, atracando os navios ao lado com um âncora ao sudeste e uma amarra da popa até a boia, tendo uma instalação médica e um aeroporto disponível.

Fonte: dlca.logcluster.

Porto de Safaga

Fonte: Via Web

Localizado na costa oeste do Mar Vermelho e ao sul de Hurgada, Porto de Safaga é uma larga baía com uma distancia de 60km, com profundos calados portuários que possibilitam a acomodação de grandes embarcações. Sua infraestrutura consiste em cinco caís: Um para fosfato (sendo a cidade, Safaga, considerada o centro da exportação de fosfatos devido a sua grande quantidade de minas de fosfato), dois para balsas de carga e passageiros, um para grãos e o ultimo para fosfato de rocha.

Sabe que o fosfato de rocha e o fosfato moído são carregados neste porto e exportados para todo o mundo, com as minas localizadas a cerca de 30KM do porto e conectadas por ferrovias da própria empresa portuária, que realiza o carregamento desses produtos em seu próprio píer.

Além de ser uma cidade portuária, é uma visitada área turística composta por diversos bangalôs e casas de repouso, servindo também como porto de entrada para o porto de Duba (Arábia Saudita) para peregrinos e viajantes da Arábia, feitas por balsas.

 

Fonte: lca.logcluster, Wikipédia US.

Consulado e embaixada no Brasil

Embaixada do Egito em Brasília
www.opendf.com.br/embegito 
embegito@opendf.com.br

SEN Avenida das Nações, Lote 12
CEP 70435-900 - Brasília - DF

Tel: +55 (61) 3323-8800 / 4749
Fax: +55 (61) 3323-1039

 

Consulado-Geral do Egito no Rio de Janeiro
Cônsul-geral: Hany Mostafa Mohamed Mostafa Hassan

Rua Muniz Barreto, 741 - Botafogo
CEP 22251-090 - Rio de Janeiro - RJ

Tel: +55 (21) 2554-6318 / 2554-6664
Fax: +55 (21) 2552-8997

 

Escritório Comercial do Egito em São Paulo
emb.egito@sti.com.br

Av. Paulista, 726, 8º andar, Conjunto 802
CEP 01310-910 - São Paulo - SP

Tel: +55 (11) 3284-8184
Fax: +55 (11) 3283-
518

Fonte: Via Web